Minha incursão no mundo Dev

Nos últimos anos eu tenho me forçado a trabalhar lado-a-lado com a galera de desenvolvimento, como parte de uma estratégia em me tornar um ‘engenheiro devops’ de verdade. Eu não gosto desse termo como se fosse um título para algum cargo, mas é fato que o mercado o adotou, então como diz o ditado, “Se não pode vencê-los, junte-se a eles”.

Background

Seja trabalhando em conjunto com desenvolvedores no deploy de ferramentas, automações de processos, ensinando alguma metodologia ou participando da arquitetura de algum sistema. O fato é, que desde que iniciei nisso, tenho aprendido tanto quanto tenho ensinado (ou ainda mais), e isso tem funcionado como um combustível de forma que eu não imaginava antes de começar essa incursão.

Mais recentemente, depois de 1 ano trabalhando bem próximo da equipe de inovação, chegando ao ponto de me sentar junto com eles e não lá no meu canto isolado com a equipe de operações. Isso me possibilitou entender muito mais a fundo o negócio, como um todo, pude perceber processos administrativos, o impacto que um sistema, automação ou API pode causar, positivamente ou não.

Tudo isso me fez perceber como eu gosto de trabalhar orientado a solução de problemas, não importando a ferramenta ou método, mas sim o resultado final. Como um reflexo dessa minha experiência, acabei migrando para o time de inovação, como um membro permanente.

Futuro

Tudo isso é novo pra mim, assim como para o time, mas sinto que isso tem um enorme potencial, pois como a empresa não tinha uma equipe madura nos conceitos de DevOps, este laboratório tem sido benéfico para todos os membros da equipe.

Eu tenho trabalhado com coisas que eu não domino como, programação, Robot Process Automation (RPA), APIs, e claro, também ajudando o time a migrar aplicações, converter serviços em microserviços, todas as ferramentas, processos e frameworks que são possíveis de se utilizar nessa otimização digital.

Este foi o primeiro passo de uma longa jornada que tem sido muito interessante e acredito que terão muitos frutos benéficos para todo a equipe. Apesar do fator COVID-19, 2020 foi um ano de grande aprendizado e crescimento profissional. Assim começo 2021, com muita vontade de crescer junto com o time.